POLÊMICA

Lucas, do BBB21, é denunciado por sequestro, cárcere privado e agressão

lucas
Foto: Reprodução

Lucas Penteado, que está confinado no BBB21, está sendo acusado por Rariéllen Agda Silva Oliveira, sua ex-namorada, de sequestro, cárcere privado e agressão. A assessoria de imprensa Escritório Ruiz & Balbino Advogados Associados, que representa a jovem, confirmou a ação que está sendo movida.

“A jovem de 20 anos foi vítima dos crimes de sequestro e cárcere privado e sofria agressões físicas frequentes durante o período que namorou o atual integrante do Big Brother Brasil 21. Esclarece que os eventos ocorreram entre os meses de fevereiro e de 2020, mas que as ameaças do ator continuaram até agosto do mesmo ano, mesmo após o fim do relacionamento. Por conta disso, a jovem entrou em um estado depressivo crônico, e está em tratamento até o momento atual”, diz o comunicado.

Segundo a advogada Angela de Paiva Ruiz o Boletim de Ocorrência prestado pela jovem na Delegacia da Mulher em Diadema, no dia 1º de fevereiro de 2021, foi retificado na data de ontem, de 2021, pois continha datas trocadas, e que neste momento a ação penal está na fase inicial, visto o oferecimento da queixa-crime.

“A advogada, Angela de Paiva Ruiz, informa que os danos morais e psicológicos sofridos pela vítima serão questionados em ação própria, e que Rariéllen Agda Silva de Oliveira encontra- abalada, com medo do acusado e sem condições de se manifestar publicamente”, continuou o comunicado.

Procurada por Quem, a assessoria do ator disse não ter recebido nenhuma notificação oficial sobre o processo.

Nota à imprensa:

de 2021

A assessoria de imprensa do Escritório Ruiz & Balbino Advogados Associados, por meio da advogada Angela de Paiva Ruiz (OAB/ 237.451), informa que a jovem Rariéllen Agda Silva de Oliveira, move ação penal de violência doméstica contra o ator Lucas Prata Penteado. A jovem de 20 anos foi vítima dos crimes de sequestro e cárcere privado e sofria agressões físicas frequentes durante o período que namorou o atual integrante do Big Brother Brasil 21.

Angela de Paiva Ruiz esclarece que os eventos ocorreram entre os meses de fevereiro e maio de 2020, mas que as ameaças do ator continuaram até agosto do mesmo ano, mesmo após o fim do relacionamento. Por conta disso, a jovem entrou em um estado depressivo crônico, e está em tratamento até o momento atual.

Ainda esclarecemos que o Boletim de Ocorrência prestado pela jovem na Delegacia da Mulher em Diadema, no dia 1º de fevereiro de 2021, foi retificado na data de ontem, 3 de fevereiro de 2021, pois continha datas trocadas, e que neste momento a ação penal está na fase inicial, visto o oferecimento da queixa-crime.

A advogada, Angela de Paiva Ruiz, informa que os danos morais e psicológicos sofridos pela vítima serão questionados em ação própria, e que Rariéllen Agda Silva de Oliveira encontra-se abalada, com medo do acusado e sem condições de se manifestar publicamente.

Comentários

Colabore com esse conteúdo deixando a sua opinião ou comentário. É muito gratificante para o produtor de conteúdo ter sua interação.