DESABAFO

Ex-mulher de Tom Veiga nega agressão: ‘Houve uma briga de casal, nunca violência’

xtom-veiga.jpg.pagespeed.ic.S_iXeA0C2M
Foto: Reprodução/Instagram

Terceira mulher de Tom Veiga, o intérprete papagaio Louro José, Cybelle Hermínio da Costa fez um pronunciamento na tarde desta quarta-feira nas redes socias se defendendo da acusação de que teria agredido o ator enquanto estava casada com ele. A notícia foi divulgada pelo EXTRA, que teve acesso às mensagens que Tom enviou a Alessandra Veiga, sua segunda mulher e com quem ele estava reatando o relacionamento. Nas mensagens, ele relata ter sido agredido por Cybelle em setembro do ano passado e que, por isso, os dois teriam se separado. Alessandra, que é mãe de dois filhos de Tom, guardou as fotos que ele havia enviado depois da suposta agressão.

“Minha relação com Tom sempre foi muito carinhosa, brincalhona e amorosa. Nunca houve nenhum tipo de violência de nenhuma das partes. A gente tinha normal, como todo casal, mas nada que fugisse do controle. Sempre tive uma relação muito boa com os . Me surpreende porque eu tenho mensagens deles, tenho arquivo de grupos que a gente participava juntos. Então, eu desconheço completamente essas coisas que estão sendo faladas”, disse Cybelle em um vídeo em que aparece ao lado do seu advogado.

Em áudio e fotos, Tom Veiga narra agressão que diz ter sofrido da terceira mulher

Ela afirma ainda que “nunca houve uma separação de fato” com Tom: “Houve uma briga de um casal, como qualquer outra, em meio a uma pandemia, e eu fui para a casa da minha mãe respirar um pouco. Nunca houve data de assinatura de divórcio”.

“Então, diante disso, de envenenamento… É um absurdo o que estão falando. Nunca houve nada disso. Desconheço completamente aquelas marcas e fotos que estão sendo circuladas nas mídias. Nunca houve nada disso, tanto que não tem B.O. registrado, não tem medida protetiva, não tem corpo de delito. Eu confio na lei, na Justiça e no laudo do IML”, finalizou.

No vídeo, Edson Sobrinho, advogado de Cybelle, fala da existência do inventário/testamento deixado por Tom Veiga e destaca que todo o processo corre em segredo de Justiça.

“Estamos trabalhando no caso para trazer a verdade processual e proteção jurídica a todos os interessados, inclusive os filhos. Temos que ter uma atenção especial com os filhos, não só com a Cybelle. Por isso o processo corre hoje em segredo de Justiça. Tem uma atenção no Ministério Público que também vai ajudar na apuração de todas essas alegações que estão vindo na mídia. Mas o que a gente não pode concordar é com tudo que vem sido veiculado, que só vem trazendo só mais sofrimento tanto para a Cybelle quanto para os filhos dela. Essas alegações que estão sendo feita: de exumação de corpo, de forçação de casamento através de doação de bens, nunca houve isso. Isso tudo vai ser analisado dentro do processo”, disse ele, pedindo para que os internautas parem com os julgamentos e ataques à sua cliente.

Veja também:

Comentários

Colabore com esse conteúdo deixando a sua opinião ou comentário. É muito gratificante para o produtor de conteúdo ter sua interação.